Avançar para o conteúdo principal

Redes sociais descentralizadas

  • Plataformas baseadas em blockchain para interação social, criação e distribuição de conteúdo.
  • As redes sociais descentralizadas protegem a privacidade dos utilizadores e reforçam a segurança dos dados.
  • Os Tokens e NFTs criam novas formas de rentabilizar os conteúdos.

As redes sociais desempenham um papel fundamental nas nossas comunicações e interações diárias. No entanto, o controlo centralizado destas plataformas tem criado muitos problemas: violações de dados, falhas de servidores, retirada de plataformas, censura e violações de privacidade são algumas das cedências que as redes sociais fazem frequentemente. Para combater estes problemas, os programadores estão a criar redes sociais no Ethereum. As redes sociais descentralizadas podem colmatar muitos dos problemas das plataformas de redes sociais tradicionais e melhorar a experiência geral dos utilizadores.

O que são redes sociais descentralizadas?

As redes sociais descentralizadas são plataformas baseadas em blockchain que permitem aos utilizadores trocar informações, bem como publicar e distribuir conteúdos a potenciais audiências. Como estas aplicações são executadas na blockchain, podem ser descentralizadas e resistentes à censura e ao controlo indevido.

Existem muitas redes sociais descentralizadas como alternativas aos serviços de redes sociais estabelecidos, como o Facebook, o LinkedIn, o Twitter e o Medium. Mas as redes sociais com base em blockchain têm uma série de caraterísticas que as colocam à frente das plataformas sociais tradicionais.

Como é que as redes sociais descentralizadas funcionam?

As redes sociais descentralizadas são uma classe de aplicações descentralizadas (dapps)-aplicações alimentadas por contratos inteligentes implementados na blockchain. O código do contrato funciona como suporte para estas aplicações e define a sua lógica empresarial.

As plataformas tradicionais de redes sociais dependem de bases de dados para armazenar informações do utilizador, código de programas e outras formas de dados. Mas isto cria pontos de falha pontuais e introduz um risco significativo. Por exemplo, os servidores do Facebook ficaram dramaticamente offline durante horas(opens in a new tab) no ano passado, impedindo os utilizadores de aceder à plataforma.

As redes sociais descentralizadas existem numa rede peer-to-peer composta por milhares de nós espalhados pelo mundo. Mesmo que alguns nós falhem, a rede funcionará sem interrupções, tornando as aplicações imunes a falhas e interrupções.

Utilizando sistemas de armazenamento descentralizados como o InterPlanetary File System (IPFS)(opens in a new tab), as redes sociais baseadas no Ethereum podem proteger as informações dos utilizadores contra utilização maliciosa e não autorizada. Ninguém conseguirá vender as suas informações pessoais a anunciantes, nem os piratas informáticos conseguirão roubar os seus dados confidenciais.

Muitas plataformas sociais baseadas em blockchain têm tokens nativos que permitem a monetização na ausência de receitas de publicidade. Os utilizadores podem comprar estes tokens para aceder a determinadas funcionalidades, efetuar compras na aplicação ou dar gratificações aos seus criadores de conteúdos favoritos.

Benefícios das redes sociais descentralizadas

  1. As redes sociais descentralizadas são imunes à censura e estão abertas a toda a gente. Isto significa que os utilizadores não podem ser banidos, retirados da plataforma ou restringidos arbitrariamente.

  2. As redes sociais descentralizadas são baseadas em princípios de código aberto e disponibilizam o código-fonte das aplicações para inspeção pública. Ao eliminar a implementação de algoritmos pouco transparentes, comuns nas redes sociais tradicionais, as redes sociais baseadas em blockchain podem alinhar os interesses dos utilizadores e dos criadores de plataformas.

  3. As redes sociais descentralizadas eliminam o "intermediário". Os criadores de conteúdos têm propriedade direta sobre os seus conteúdos e interagem diretamente com seguidores, fãs, compradores e outros intervenientes, sem nada mais do que um contrato inteligente pelo meio.

  4. Como dapps em execução na rede Ethereum, que é sustentada por uma rede global de nós ponto a ponto, as redes sociais descentralizadas são menos suscetíveis a paralisações e interrupções de servidores.

  5. As plataformas sociais descentralizadas oferecem uma estrutura de monetização aprimorada para criadores de conteúdo por meio de tokens não fungíveis (NFTs), pagamentos criptográficos integrados nas aplicações e muito mais.

  6. As redes sociais descentralizadas proporcionam aos utilizadores um elevado nível de privacidade e anonimato. Por exemplo, um indivíduo pode iniciar sessão numa rede social baseada no Ethereum utilizando um perfil ou carteira ENS - sem ter de partilhar informações pessoalmente identificáveis (PII), tais como nomes, endereços de correio eletrónico, etc.

  7. As redes sociais descentralizadas dependem do armazenamento descentralizado e não de bases de dados centralizadas, sendo consideravelmente melhores para salvaguardar os dados dos utilizadores.

Redes sociais descentralizadas no Ethereum

A rede Ethereum tornou-se a ferramenta preferida dos informáticos que criam redes sociais descentralizadas devido à popularidade dos seus tokens (ERC-20/ERC-721) e à sua imensa comunidade de utilizadores. Eis alguns exemplos de redes sociais baseadas no Ethereum:

Peepeth

Peepeth(opens in a new tab) é uma plataforma de microblogging semelhante ao Twitter. É executado na blockchain Ethereum e utiliza o IPFS para armazenar os dados do utilizador.

Os utilizadores podem enviar mensagens curtas chamadas "Peeps", que não podem ser apagadas ou modificadas. Pode receber ou dar gratificações a qualquer pessoa na plataforma em ether (ETH) sem sair da aplicação.

Mirror

Mirror(opens in a new tab) é uma plataforma de texto habilitada para web3 que pretende ser descentralizada e de propriedade do utilizador. Os utilizadores podem ler e escrever gratuitamente no Mirror ligando simplesmente as suas carteiras. Os utilizadores podem também colecionar textos e subscrever os seus escritores favoritos.

As mensagens publicadas no Mirror são permanentemente armazenadas no Arweave, uma plataforma descentralizada e podem ser cunhadas como tokens coleccionáveis não fungíveis (NFTs) conhecidos como Writing NFTs. Os NFTs de escrita são totalmente gratuitos para os escritores e a recolha ocorre num Ethereum L2 - tornando as transações baratas, rápidas e amigas do ambiente.

MINDS

MINDS(opens in a new tab) é uma das redes sociais descentralizadas mais utilizadas. Funciona como o Facebook e já reuniu milhões de utilizadores.

Os utilizadores recorrem ao token ERC-20 nativo da plataforma $MIND para pagar os artigos. Os utilizadores também podem ganhar tokens $MIND publicando conteúdo interessante, contribuindo para o ecossistema e recomendando a plataforma a outras pessoas.

Redes sociais Web2 no Ethereum

As plataformas sociais nativas Web3 não são as únicas a tentar incorporar a tecnologia blockchain nas redes sociais. Muitas plataformas centralizadas estão também a planear integrar o Ethereum nas suas infra-estruturas:

Reddit

O Reddit tem propagado Community Points(opens in a new tab), que são ERC-20 tokens que os utilizadores podem ganhar publicando conteúdo de qualidade e contribuindo para as comunidades online (subreddits). Pode resgatar estes tokens num subreddit para obter privilégios e regalias exclusivos(opens in a new tab). Para este projeto, a Reddit está a trabalhar com a Arbitrum, um rollup layer 2 concebido para colocar transações Ethereum.

O programa já está em funcionamento, com o subreddit r / CryptoCurrency executando a sua versão de Community Points chamada "Moons"(opens in a new tab). De acordo com a descrição oficial, os Moons "recompensam os autores de posts, comentários e moderadores pelas suas contribuições para o subreddit" Como estes tokens estão na blockchain (os utilizadores recebem-nos em carteiras), são independentes do Reddit e não podem ser retirados.

Depois de concluir uma fase beta na rede de testes Rinkeby, os Reddit Community Points estão agora no Arbitrum Nova(opens in a new tab), um blockchain que combina propriedades de um sidechain e um rollup otimista. Para além de utilizarem os Community Points para desbloquear funcionalidades especiais, os utilizadores também podem trocá-los por moeda fiduciária nas bolsas de valores. Além disso, a quantidade de pontos comunitários que um utilizador possui determina a sua influência no processo de tomada de decisões na comunidade.

Twitter

Em janeiro de 2021, o Twitter Blue lançou o suporte para NFTs(opens in a new tab), permitindo que os utilizadores liguem as suas carteiras e exibam NFTs como imagens de perfil. No momento em que este artigo foi escrito, a empresa de redes sociais também anunciou planos(opens in a new tab) para criar uma rede social descentralizada no futuro.

Instagram

Em maio de 2022, Instagram anunciou suporte para NFTs(opens in a new tab) no Ethereum e Polygon (entratanto revogado). Os utilizadores podem publicar NFTs diretamente no Instagram, ligando a sua carteira Ethereum.

Utilize redes sociais descentralizadas

  • Status.im(opens in a new tab) - Status é uma aplicação de mensagens segura que usa um protocolo ponto a ponto de código aberto e criptografia de ponta a ponta para proteger as suas mensagens de terceiros.
  • Mirror.xyz(opens in a new tab) - Mirror é uma plataforma de publicação descentralizada e de propriedade dos utilizadores, programada no Ethereum para que os utilizadores financiem ideias, monetizem conteúdo e criem comunidades de alto valor.
  • Lens Protocol(opens in a new tab) - O Lens Protocol é um sistema gráfico social integrado e descentralizado que ajuda os criadores a apropriarem-se do seu conteúdo onde quer que estejam no jardim digital da Internet descentralizada.
  • Farcaster(opens in a new tab) - Farcaster é uma rede social suficientemente descentralizada. É um protocolo aberto que pode suportar muitos clientes, tal como o correio eletrónico.

Leitura adicional

Artigos

Vídeos

Comunidades

Esta página foi útil?

Última atualização do site: 10 de julho de 2024

Aprender

  • Centro de Aprendizagem
  • O que é o Ethereum?
  • O que é o Ether (ETH)?
  • Carteiras Ethereum
  • O que é Web3?
  • Contratos inteligentes
  • Gas fees
  • Executar um nó
  • Segurança e prevenção contra fraudes do Ethereum
  • Centro de testes
  • Glossário Ethereum
(opens in a new tab)(opens in a new tab)(opens in a new tab)
  • Quem somos
  • Recursos de marca Ethereum
  • Code of conduct
  • Empregos
  • Política de privacidade
  • Termos de Utilização
  • Política de Cookies
  • Contacto(opens in a new tab)