Pular para o conteúdo principal

Implementando seu primeiro contrato inteligente

contratos inteligentesremixsolidityimplementação
Iniciante
✍️jdourlens
📚EthereumDev(opens in a new tab)
📆 3 de abril de 2020
⏱️4 minutos de leitura minute read
comp-tutorial-metadata-tip-author 0x19dE91Af973F404EDF5B4c093983a7c6E3EC8ccE

Acho que você está tão animado quanto nós para implantar e interagir com o seu primeiro contrato inteligente na blockchain Ethereum.

Não se preocupe, pois como este é o nosso primeiro contrato inteligente, vamos publicá-lo em uma rede de testes local, assim não custa nada para você implementar e brincar com ele o quanto quiser.

Escrevendo nosso contrato

O primeiro passo é visitar a Remix(opens in a new tab) e criar um novo arquivo. Na parte superior esquerda da interface Remix adicione um novo arquivo e digite o nome do arquivo desejado.

Adicionando um novo arquivo na interface Remix

No novo arquivo, vamos colar o seguinte código.

1// SPDX-License-Identifier: MIT
2pragma solidity >=0.5.17;
3
4contract Counter {
5
6 // Public variable of type unsigned int to keep the number of counts
7 uint256 public count = 0;
8
9 // Function that increments our counter
10 function increment() public {
11 count += 1;
12 }
13
14 // Not necessary getter to get the count value
15 function getCount() public view returns (uint256) {
16 return count;
17 }
18
19}
Exibir tudo
📋 Copiar

Se você está acostumado com programação, você pode facilmente adivinhar o que este programa faz. Aqui está uma explicação linha a linha:

  • Linha 4: Definimos um contrato com o nome Counter.
  • Linha 7: Nosso contrato armazena um inteiro não assinado chamado count começando com 0.
  • Linha 10: A primeira função vai modificar o estado do contrato e increment() nossa variável count.
  • Linha 15: A segunda função é apenas um getter para ser capaz de ler o valor da variável count fora do contrato inteligente. Observe que, como definimos nossa variável count como pública, isso não é necessário, mas é mostrado como um exemplo.

Tudo isso para o nosso primeiro contrato inteligente simples. Como você deve saber, ele se parece com uma classe de linguagens OOP (Object-Oriented Programming, programação orientada a objetos) como Java ou C++. Agora é hora de brincar com o nosso contrato.

Implantando nosso contrato

Como escrevemos nosso primeiro contrato inteligente, nós agora faremos deploy para a blockchain para poder brincar com ele.

Implantar o contrato inteligente no blockchain é, na verdade, apenas enviar uma transação que contém o código do contrato inteligente compilado sem especificar os destinatários.

Primeiro, vamos compilar o contrato clicando no ícone de compilação no lado esquerdo:

O ícone de compilação na barra de ferramentas Remix

Em seguida, clique no botão de compilação:

O botão de compilação no compilador do solidity Remix

Você pode escolher selecionar a opção "Compilação automática", para que o contrato sempre seja compilado quando você salvar o conteúdo no editor de texto.

Em seguida, navegue para a tela de implantação e execução de transações:

O ícone de compilação na barra de ferramentas do Remix

Assim que você estiver na tela de transações "deploy and run" verifique se o nome do seu contrato aparece e clique em Deploy. Como você pode ver no topo da página, o ambiente atual é o "Javascript VM", o que significa que iremos implantar e interagir com nosso contrato inteligente em uma blockchain de teste local para podermos testar mais rápido e sem quaisquer custos.

O botão de deploy no compilador do solidity Remix

Quando você clicar no botão "Deploy", você verá seu contrato aparecer abaixo. Clique na seta à esquerda para expandi-la, para que possamos ver o conteúdo de nosso contrato. Esta é nossa variável counter, nossa função increment() e a getter getCounter().

Se você clicar no botão count ou getCount, ele recuperará o conteúdo da variável count do contrato e o exibirá. Como ainda não chamamos a função increment, ela deve exibir 0.

O botão de função no compilador do solidity Remix

Vamos agora chamar a função increment clicando no botão. Você verá logs das transações que são feitas aparecendo no parte inferior da janela. Você verá que os logs são diferentes quando estiver pressionando o botão para recuperar os dados em vez do botão increment. Isso porque a leitura de dados na blockchain não necessita de quaisquer transações (escritas) ou taxas. Porque somente modificar o estado do blockchain requer fazer uma transação:

Um log de transações

Após pressionar o botão de incremento que gerará uma transação para chamar nossa função increment() se clicarmos novamente nos botões count ou getCount, iremos ler o estado recém-atualizado de nosso contrato inteligente com a variável de contagem maior que 0.

Estado recentemente atualizado do contrato inteligente

No próximo tutorial, explicaremos como você pode adicionar eventos aos seus contratos inteligentes. Eventos de registro são uma maneira conveniente para depurar seu contrato inteligente e entender o que está acontecendo durante a chamada de uma função.

Última edição: @, 19 de janeiro de 2024

Este tutorial foi útil?